Fórum WebTuga

Arquivo => Entretenimento => Retrogaming => Tópico iniciado por: SpiderPig em Março 16, 2009, 07:00:00 pm

Título: [Sega] Ai, Washington, seu mal-criado!
Enviado por: SpiderPig em Março 16, 2009, 07:00:00 pm
[p style=\\"text-align: center;\\"][img border=\\"0\\" src=\\"http://i43.tinypic.com/ej5nc.jpg\\" style=\\"border-color: black; width: 475px; height: 356px;\\" alt=\\"\\" /][/p][p style=\\"text-align: justify;\\"]O House of the Dead: Overkill entrou nos Recordes de videojogos do Guiness, numa categoria bem adulta, :[/p][p style=\\"text-align: justify;\\"] [/p][p style=\\"margin-left: 40px; text-align: justify;\\"][span style=\\"font-size: x-small;\\"]De acordo com o Livro de Recordes do Guinness, The House of the Dead: Overkill é o jogo onde mais vezes é proferida a palavra “fuck”.[/p][p style=\\"margin-left: 40px; text-align: justify;\\"][span style=\\"font-size: x-small;\\"]Segundo o comunicado de imprensa, “fuck” é dito 189 vezes, ou seja, uma vez por minuto durante a duração da aventura, conquistando uma fatia de 3 por cento no que toca ao total de palavras que compõem os diálogos da obra vinda da SEGA.[/p][p style=\\"margin-left: 40px; text-align: justify;\\"] [/p][p style=\\"text-align: justify;\\"]O argumentista da Headstrong Games, ficou particularmente contente com este recorde:[/p][p] [/p][p style=\\"margin-left: 40px; text-align: justify;\\"][span style=\\"font-size: x-small;\\"]“Um dos objectivos da Headstrong Games era parodiar o vernáculo excessivo do género cinematográfico grindhouse. Sinto-me honrado com este recorde, demonstrativo que estivemos à altura do desafio, ultrapassando-o de forma significativa,” referiu Jonathan Burroughs, responsável pela escrita do argumento.[/p][p] [/p][p]Cheira-me que vai ser um tópico polémico na sua próxima reunião familiar...[/p]

Fonte: SegaPT (http://\"http://gameover.sapo.pt/article.html?id=43964\\")