Autor Tópico: [Saída] Viver para fora de Portugal  (Lida 4108 vezes)

Offline jopereira

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
[Saída] Viver para fora de Portugal
« Responder #20 em: Setembro 04, 2012, 03:26:22 pm »
Este é um tópico bastante pertinente nos tempos que correm.
Não digo que, se surgisse a oportunidade, não ia trabalhar para o estrangeiro. Contudo a questão que levantaram da língua é bastante pertinente, até porque me imagino a trabalhar na minha área (psicologia) por exemplo na França sem perceber nada de francês. E mesmo que soubesse o básico não seria o suficiente.
Para além disso, é muito importante a questão cultural que tem de ser levada em conta. Por exemplo, para nós a poligamia não é permitida mas em países da África é uma prática comum. Por isso, mesmo que conhecesse muito bem essa cultura, há sempre questões que vão contra os nosso princípios e valores.

Se tivesse oportunidade gostava de trabalhar no Brasil http://www.webtuga.com/forum/public/style_emoticons/<#EMO_DIR#>/smile.png\' class=\'bbc_emoticon\' alt=\':)\' />

Offline southafrikanse

  • A noob in a geek world
  • Administrator
  • Newbie
  • *****
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.tugatronica.com
[Saída] Viver para fora de Portugal
« Responder #21 em: Setembro 04, 2012, 07:10:05 pm »
Há muita pais em Portugal que saíram da Angola e estão a ver os filhos voltar para lá. Tenho o exemplo de 3 primos meus que foram para lá com o objectivo de ganhar mais. Muitos brasileiros e portugueses estão a regressar/voltar para o Brasil também. Os últimos desenvolvimentos tecnológicos e a própria legislação brasileira estão a ajudar nisso.

Já a Suiça tinha conhecimento que se precisava de falar pelo menos uma das línguas (francês/alemão/italiano) para poder se vingar bem.
Blog Pessoal | Tugatrónica | Fórum Webtuga
"Knowledge is knowing that a tomato is a fruit, but Wisdom is knowing not to put it in a fruit salad."

Offline Ricardo Costa

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://tugasport.com
[Saída] Viver para fora de Portugal
« Responder #22 em: Setembro 04, 2012, 08:24:55 pm »
Eu tenho 19 anos, e um curso profissional de Técnico de gestão e manutenção de equipamentos Informáticos (infelizmente) acabado com 16 valores. Ando à procura de emprego há volta de um ano, na minha área, o que até agora se resumiu a propostas para trabalhar em call centers ou em part times ​pago com "gorjetas". É incrível com o melhor aluno do seu curso, na melhor escola da (pequena) cidade, não consegue arranjar emprego na sua área. Já penso em emigrar há alguns meses, mas sinceramente ainda me assusta um pouco a ideia, por um lado por causa da língua, por outro por estar sozinho num país novo.
Aqui fica o meu desabafo.

Ricardo Costa


Offline southafrikanse

  • A noob in a geek world
  • Administrator
  • Newbie
  • *****
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.tugatronica.com
[Saída] Viver para fora de Portugal
« Responder #23 em: Setembro 04, 2012, 08:35:53 pm »
É verdade que existe aquela saudade da família mas, para quem está habituado a estar à frente do computador todos os dias o impacto é menor. A maioria da minha vida tem sido à volta do computador e o contacto através dele (skype, msn, gtalk, facebook e afins) acabou por facilitar a transição.

Falo com a minha mãe uma vez por semana só para lhe dar a alegria de ver o filho ainda vivo lol.
Blog Pessoal | Tugatrónica | Fórum Webtuga
"Knowledge is knowing that a tomato is a fruit, but Wisdom is knowing not to put it in a fruit salad."

Offline Lok

  • Global Moderator
  • Newbie
  • *****
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
[Saída] Viver para fora de Portugal
« Responder #24 em: Setembro 04, 2012, 09:02:06 pm »
Um dos problemas de emigrar è que nunca és aceite nem tratado como um cidadão normal, existem zonas nesses países em que esse comportamento não existe, por exemplo zonas com muitos estrangeiros ou turistas (Zurique, Londres, etc..) mas se encontrarem trabalho em cidades mais pequenas vão notar que a maneira de ser do pessoal que là vive è muito diferente.

As saudades com o tempo passam, nos primeiros anos è um bocado lixado, mas como hoje em dia existem tantas maneiras de comunicar com a nossa família jà não è assim tão difícil. O único problema è quando alguém morre ou tem graves problemas de saúde ou acontece algum acidente com um familiar...

Uma das coisas que aprendi desde que vivo à 10 anos na Suíça, è que a maior parte dos tugas no estrangeiro chega a Portugal e sò se sabem gabar, conheço vários que aqui dão serventia a pedreiro e depois em Portugal dizem que são chefes disto ou daquilo e que ganham fortunas. Por exemplo, se alguém quiser ir para a suíça e apenas arranja um emprego a ganhar 2000 francos, mais vale ficar em Portugal a ganhar 600 Euros.
There is a time when the operation of the machine becomes so odious, makes you so sick at heart, that you can't take part; you can't even passively take part, and you've got to put your bodies upon the gears and upon the wheels, upon the levers, upon all the apparatus, and you've got to make it stop. And you've got to indicate to the people who run it, to the people who own it, that unless you're free, the machine will be prevented from working at all!

Offline Teotónio Ricardo

  • Administrator
  • Newbie
  • *****
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.teotonio.pt
[Saída] Viver para fora de Portugal
« Responder #25 em: Setembro 04, 2012, 09:19:38 pm »
O problema é esse mesmo... em Portugal neste momento os empregos que existem são para as chamadas "empresas de trabalho temporário", com legalidade duvidosa, ordenados ridículos e condições de trabalho precárias.

Offline Lok

  • Global Moderator
  • Newbie
  • *****
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
[Saída] Viver para fora de Portugal
« Responder #26 em: Setembro 04, 2012, 09:28:18 pm »
[quote name='Teotónio Ricardo' timestamp='1346789978' post='199726']
O problema é esse mesmo... em Portugal neste momento os empregos que existem são para as chamadas "empresas de trabalho temporário", com legalidade duvidosa, ordenados ridículos e condições de trabalho precárias.
[/quote]

Engraçado que na suíça o trabalho temporário è bem organizado, empresas como a Adecco, Manpower, Randstad são internacionalmente conhecidas e por vezes dão emprego com ordenados bastante altos.
« Última modificação: Setembro 04, 2012, 09:41:14 pm por Lok »
There is a time when the operation of the machine becomes so odious, makes you so sick at heart, that you can't take part; you can't even passively take part, and you've got to put your bodies upon the gears and upon the wheels, upon the levers, upon all the apparatus, and you've got to make it stop. And you've got to indicate to the people who run it, to the people who own it, that unless you're free, the machine will be prevented from working at all!

Offline southafrikanse

  • A noob in a geek world
  • Administrator
  • Newbie
  • *****
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.tugatronica.com
[Saída] Viver para fora de Portugal
« Responder #27 em: Setembro 04, 2012, 11:13:51 pm »
Lok, em Portugal o trabalho temporário é mesmo precário, Então os estágios não renumerados nem sei fala.
Blog Pessoal | Tugatrónica | Fórum Webtuga
"Knowledge is knowing that a tomato is a fruit, but Wisdom is knowing not to put it in a fruit salad."

Offline Teotónio Ricardo

  • Administrator
  • Newbie
  • *****
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.teotonio.pt
[Saída] Viver para fora de Portugal
« Responder #28 em: Setembro 05, 2012, 12:12:08 am »
Os casos que eu conheço são das empresas contratadas pela PT Comunicações e Zon para os call-centers. Vai aqui um exemplo:
http://www.tugaleaks.com/egor-pt-porto.html

Offline acosta353

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
[Saída] Viver para fora de Portugal
« Responder #29 em: Setembro 05, 2012, 01:56:45 am »
O problema de Portugal, é que temos duas partes distintas...

Em primeiro lugar estão os desempregados que fazem tudo para trabalhar, mas uma grande parte deles são esquisitos com o trabalho que fazem, e em tempo de guerra... Penso que quem quiser fazer alguma coisa hoje em dia, para ganhar uns trocos, consegue perfeitamente fazê-lo, no entanto, as vezes o subsidio é bem melhor e sem fazer nenhum...

Do outro lado da história, estão as pessoas agarradas ao trabalho, e que não lhe dão valor nem o dignificam. Falo por exemplo de professores efectivos há anos, que se estão bem nas tintas para ensinar o que quer que seja, falo por exemplo das pessoas das secretarias das escolas que a maioria nem sabe o que estão lá a fazer, arrogantes que até doi.
Falo por exemplo também dos trabalhadores das estações e outros empregos do estado, que são arrogantes, antimpáticos, não ajudam ninguém.

A ajudar a estes senhores, ainda temos as belas das cunhas!

É incrível a quantidade de cunhas que existe neste país, e se por um lado também acredito que exista noutros países, por outro o excesso de cunhas no estado em que Portugal está, ajuda em 0 o desenvolvimento do país.
Homem que é Homem não bebe água no deserto!

Offline Lok

  • Global Moderator
  • Newbie
  • *****
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
[Saída] Viver para fora de Portugal
« Responder #30 em: Setembro 05, 2012, 09:04:37 am »
[quote name='southafrikanse' timestamp='1346796831' post='199728']
Lok, em Portugal o trabalho temporário é mesmo precário, Então os estágios não renumerados nem sei fala.
[/quote]

Não sabia que era assim, pensei que estas empresas estivessem em Portugal. Aqui um estagiário recebe por vezes 3000 francos dependendo do trabalho.

[quote name='acosta353' timestamp='1346806605' post='199739']
O problema de Portugal, é que temos duas partes distintas...

Em primeiro lugar estão os desempregados que fazem tudo para trabalhar, mas uma grande parte deles são esquisitos com o trabalho que fazem, e em tempo de guerra... Penso que quem quiser fazer alguma coisa hoje em dia, para ganhar uns trocos, consegue perfeitamente fazê-lo, no entanto, as vezes o subsidio é bem melhor e sem fazer nenhum...

Do outro lado da história, estão as pessoas agarradas ao trabalho, e que não lhe dão valor nem o dignificam. Falo por exemplo de professores efectivos há anos, que se estão bem nas tintas para ensinar o que quer que seja, falo por exemplo das pessoas das secretarias das escolas que a maioria nem sabe o que estão lá a fazer, arrogantes que até doi.
Falo por exemplo também dos trabalhadores das estações e outros empregos do estado, que são arrogantes, antimpáticos, não ajudam ninguém.

A ajudar a estes senhores, ainda temos as belas das cunhas!

É incrível a quantidade de cunhas que existe neste país, e se por um lado também acredito que exista noutros países, por outro o excesso de cunhas no estado em que Portugal está, ajuda em 0 o desenvolvimento do país.
[/quote]

As cunhas existem em todo o lado, aqui na Suíça é a feito mais discretamente.

Eu acho que um dos problemas é o ensino em Portugal. Todos querem ser doutores e engenheiros, ganhar dinheiro com fartura sem fazer nada, mas ninguém quer empregos onde se sujem as mãos, porque desde pequenos que a maior parte dos estudantes portugueses ouvem que para terem sucesso têm de ter um canudo. As escolas profissionais da região de Leiria andavam activamente á procura de alunos porque ninguém se inscreve nesses empregos!

A mesma mentalidade do português que só quer ganhar dinheiro, ir para a noite com o seu BMW ou Audi, vê-se mesmo aqui na Suíça, eu tirei o meu curso profissional á 3 anos, durante os 3 anos que tirei o curso nunca vi outro Tuga a tirar cursos profissionais (num cantão com 250 mil pessoas e muitos portugueses a viver aqui). Nos últimos 3 desde que acabei, só de vez em quando é que aparecem portugueses nas listas do pessoal que acabou esses cursos!

Os portugueses que conheço com idade de tirar esses cursos preferem ir trabalhar para as obras a ganhar 2500 francos do que ir para um curso profissional a ganhar 800 francos durante 3 anos para depois ficar a ganhar 4500-5000 francos quando acabar esse curso.

Aqui na Suíça apenas o pessoal que seja muito, mas mesmo muito bom, é que vai para a universidade, o resto ou tira cursos profissionais ou vai para trabalhos que não seja preciso formação. Por isso é que a população Suíça tem excelentes formações profissionais, enquanto que em Portugal, qualquer Zé da esquina vai para a universidade passear livros, ir para as bebedeiras para tirar cursos sem qualquer futuro, que acabam no desemprego (não tou a falar em cursos que são precisos tipo informática etc.). Digam-me lá, em que país no mundo é que um gajo que tira uma graduação em  "Gestão de eventos desportivos" tem emprego facilmente? São esses cursos de merda que não tem valor na vida real que muitos portugueses escolhem porque não tem matemática.
There is a time when the operation of the machine becomes so odious, makes you so sick at heart, that you can't take part; you can't even passively take part, and you've got to put your bodies upon the gears and upon the wheels, upon the levers, upon all the apparatus, and you've got to make it stop. And you've got to indicate to the people who run it, to the people who own it, that unless you're free, the machine will be prevented from working at all!

Offline carlosacorrea

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
[Saída] Viver para fora de Portugal
« Responder #31 em: Setembro 17, 2012, 08:49:54 pm »
Vim para o Brasil com meus pais, e me deparei com situações bem diversas. Sou de Porto, mas moro aqui há 8 anos e sei mais viver aqui do que em Portugal.
Estou a pensar em sair do Brasil, mas ainda não sei qual o país ideal para mim.

Offline southafrikanse

  • A noob in a geek world
  • Administrator
  • Newbie
  • *****
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://www.tugatronica.com
[Saída] Viver para fora de Portugal
« Responder #32 em: Setembro 17, 2012, 09:17:00 pm »
O Brasil está em momento de evolução e de expansão. Que área queres trabalhar?

Nota: A minha irmã mudou-se ontem para Londres também. A situação em Portugal vai de mal a pior :x
Blog Pessoal | Tugatrónica | Fórum Webtuga
"Knowledge is knowing that a tomato is a fruit, but Wisdom is knowing not to put it in a fruit salad."

 

Sitemap 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49