Autor Tópico: [Respostas sexuais] Masculinas e Femininas  (Lida 4219 vezes)

Offline Laf_angel

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
[Respostas sexuais] Masculinas e Femininas
« em: Janeiro 25, 2009, 12:37:01 am »
A resposta sexual Masculina

A resposta sexual masculina, está extremamente ligada à elaboração de fantasias mentais, à visualização do objecto do desejo e às carícias das zonas erógenas. Este tipo de resposta sexual passa normalmente por quatro fases:

:: o desejo;
:: excitação;
:: clímax ou orgasmo;
:: resolução ou regresso ao ponto inicial.


Fase de desejo e de exitação
O desejo é desencadeado normalmente por fantasias mentais ligadas ao objecto que o provoca, por vezes pode ser desencadeado por sensações, percepções sejam elas do tipo olfactivo, auditivo, visual ou táctil.

Esta fase precede a fase da excitação, a qual no homem,está nomeadamente ligada à erecção peniana. À medida que a estimulação aumenta, o homem sente-se mais excitado, respira de um modo ofegante e pode sentir-se tenso e transpirado.

Fase de Clímax
Com o aumento da excitação, o homem atinge um ponto de onde será difícil retroceder, ao qual se segue a ejaculação.

Ao ejacular atinge o clímax, ou seja, um aumento súbito de tensão seguido de uma descarga libidinal, que precede uma sensação de bem estar e de calma.

Esta fase compreende dois fenómenos essenciais:
:: a ejaculação;
:: o orgasmo.

A ejaculação é a expulsão do líquido seminal . O orgasmo é a sensação do prazer intenso, a qual acompanha essencialmente o segundo tempo da ejaculação. A respiração ofegante, o aumento de pulsação e da tensão arterial, assim como um aumento de transpiração, são sintomas que demarcam esta fase.

Fase de resolução
Traduz-se essencialmente na perda de erecção - o pénis volta ao tamanho inicial /estado de flacidez - que é mais lenta, se a fase de excitação foi mais prolongada, dependendo da intensidade dos estímulos desta fase. O corpo relaxa e sobrevem um estado de calma, de descontracção e por vezes de sonolência.


O que é o periodo refractário?
As alterações corporais devidas à tensão sexual vão desaparecendo vagarosamente, de acordo com o grau de excitação atingido e com as características individuais. Contudo, uma nova estimulação a níveis altos de tensão sexual só é possível depois dum certo período de tempo (pode ser de alguns minutos ou mais de uma hora, dependendo das circunstâncias), chamado refractário, durante o qual o homem – ao contrário da mulher- não tem condições físicas para ter novamente uma erecção e um orgasmo. A duração do período refractário varia de indivíduo para indivíduo, e aumenta inevitavelmente com a idade.


Nota:
:: O pénis pode tornar-se erecto numa fase muito inicial, especialmente nos homens jovens. Isto não significa que ele esteja necessariamente preparado para ter relações sexuais.
:: A excitação vem por ondas. Tanto o homem como a mulher podem sentir que a excitação vai e vem, com o respectivo aumento e diminuição da erecção e da resposta vaginal. Isto é perfeitamente normal. Uma quebra na excitação, por exemplo, uma perda de erecção, não significa que algo está errado.
:: Ejaculação prematura- Ejacular cedo demais, isto é, antes de qualquer um dos parceiros o desejar, é normal no início da actividade sexual, principalmente quando se encontram muito excitados ou quando decorreu muito tempo desde a última ejaculação. Com calma e experiência esta situação poderá vir a ser controlada.




A resposta Sexual Feminina

Tal como no homem, a resposta sexual feminina caracteriza-se por três fases:

:: excitação;
:: clímax ou orgasmo;
:: resolução ou regresso ao ponto inicial.


Fase de exitação
Na mulher, o entumescimento ligeiro dos lábios exteriores da vagina e o aumento da lubrificação dentro desta ocorrem na fase inicial, tal como a erecção no homem.

À medida que a estimulação sexual aumenta, aumenta também a excitação e surgem outras respostas físicas, tais como:
:: respiração ofegante;
:: coração acelerado;
:: erecção dos mamilos.

Quando a excitação aumenta, a parte mais funda da vagina “expande-se em forma de balão” pelo que só a parte exterior se encontra em contacto directo com o pénis durante as relações sexuais - um ponto importante para os homens que se preocupam com o facto de terem (eventualmente) um pénis pequeno.

Acabar a relação antes de atingir o orgasmo não é prejudicial. Esta situação só se torna desconfortável se se desvaloriza ou desconhece que numa relação nem sempre se atinge o mesmo nível de prazer, essa situação é perfeitamente normal.


Fase de Clímax
Nesta fase, a mulher pode ou não atingir o orgasmo ou clímax.
Não ejacula como o homem, mas tal como ele sente um aumento de tensão sexual e uma descarga libidinal; Dura aproximadamente 5-15-segundos.

Existem normalmente contracções das paredes vaginais e dos músculos pélvicos , situação essa de que a mulher pode ou não aperceber-se. A estimulação do clitóris pode ser fundamental para algumas mulheres atingirem o orgasmo. É importante que se reconheça que diferentes mulheres têm diferentes formas de atingirem o orgasmo.


Fase de resolução
Na mulher, a sensação de entumescimento ou congestão pélvica e a sensação geral de excitação pode demorar mais tempo a desaparecer, especialmente se não atingiu o clímax.
As mulheres não têm o seu potencial orgásmico limitado por um período refractário, como no homem, ou seja, se uma mulher for submetida a novas carícias, novos estímulos, ela poderá estar em condições físicas de ter novamente um orgasmo, ou seja, as mulheres são consideradas multi-orgásticas.



Nota:
:: A lubrificação vaginal pode manter-se escondida dentro da vagina, especialmente quando a mulher está deitada. Ambos os parceiros podem pensar que ela não está a responder, quando de facto está. Lembra-te que a excitação no homem (erecção do pénis) é mais óbvia que na mulher.
:: Na maioria das relações sexuais iniciais os orgasmos são raros para as mulheres, contudo ambos os parceiros podem ficar extremamente ansiosos em relação a esta questão. É fundamental que a mulher se sinta descontraída, confiante e liberta de pressões. Por outro lado, tende-se a desvalorizar o prazer diferente. Enquanto que a ansiedade na relação leva o homem a ejacular mais rapidamente, tem o efeito oposto na mulher.
:: A angústia, a ansiedade, o cansaço, a tristeza, empobrecem e reduzem o desejo sexual, dificultando consequentemente o desenvolvimento das fases libidinais, inibindo a resposta sexual. Pelo contrário, a alegria, o bem-estar e os efeitos positivos em geral favorecem o interesse e o funcionamento sexual.
:: De acordo com algumas teorias, existe um ponto no interior da cavidade vaginal que é extremamente sensível à pressão profunda, ou seja, é preciso uma pressão firme, só possível em determinadas posições na relação sexual para que se encontre este ponto. Fica situado na parede anterior da vagina e a cerca de 4cm da entrada. O tamanho e a localização exacta varia. O primeiro médico que o descreveu foi Grafenberg (1950) e por isso ficou conhecido como o Ponto G. Quando estimulado aumenta de tamanho e conduz ao orgasmo em muitas mulheres.

Offline Satan7

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
[Respostas sexuais] Masculinas e Femininas
« Responder #1 em: Janeiro 25, 2009, 12:34:02 pm »
Está muito interessante, continua com estes tópicos

Offline whitesnake

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
    • http://vigilanteworld.blogspot.com/
[Respostas sexuais] Masculinas e Femininas
« Responder #2 em: Janeiro 25, 2009, 12:57:09 pm »
Gostei tanto que até decidi partilhar no meu blog: http://vigilanteworld.blogspot.com/2009/01...sculinas-e.html

Claro que com o respectivo link para o webtuga. Espero não ter feito mal.

Parabéns pelo post.



 

Sitemap 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49