Autor Tópico: [Tutorial] Instalar Servidor c/ Suporte a PHP  (Lida 2729 vezes)

Offline TutorialzMachine

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 0
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
[Tutorial] Instalar Servidor c/ Suporte a PHP
« em: Junho 13, 2008, 01:04:23 am »
Como Instalar um Servidor com suporte a PHP.

Apache + PHP + SQLite + MySQL + XSLT[/color][/align:d9a30e5e2d]

Introdução[/align:d9a30e5e2d]

Citar
Em primeiro lugar, de referir que este será o meu último tutorial num alargado espaço de tempo: por razões pessoais vou ter de me afastar mais do que gostaria do fórum. Portanto este vai com dedicatória especial a todos aqueles que fizeram com o que o Wareztuga se tornasse no que ele realmente é hoje – a melhor comunidade em que eu já tive envolvido.

Este tutorial não será tanto vocacionado para o utilizador doméstico (apesar de em certos casos ser aplicável), convenhamos que não existirá muita gente com necessidade de ter um servidor em casa, ainda para mais com direito de suporte a php e com recurso a ferramentas de bases de dados.

De qualquer das formas deixo a informação por exemplo para aqueles que tendo uma pequena empresa, desejem criar mais algumas funcionalidades no seu servidor. Ou para aqueles que desejem utilizar a sua máquina como servidor, sei lá por exemplo para alojarem um fórum em php. Enfim, estas ferramentas conjuntamente têm a capacidade de criar um sólido e poderoso servidor, no qual as possibilidades são ilimitadas

Avançado para o tema em si…


    Citar
    Este tutorial destina-se a quem quer instalar e configurar a totalidade do servidor manualmente. Existem aplicações que trazem várias combinações de diferentes recursos para servidores já pré-configurados, o que simplifica grandemente o processo.

    A ideia aqui é, para além de conseguirem colocar um servidor a funcionar com as ferramentas descritas, adquirirem algumas noções de como o sistema se processa. Ter as ferramentas e não saber como funcionar com elas, nem como configurá-las é estúpido.

    De qualquer das formas deixo aqui alguns “AIO” pré-configurados com uma panóplia de ferramentas já incluídas:

      HP.

    • EasyPHP – para Windows, com Apache + MySQL + PHP + PhpMyAdmin

    • XAMPP – para Windows  Linux  MAC OS X  Solaris, com PHP + MySQL + PERL
        Passo 1 - Instalação do Apache[/align:d9a30e5e2d]

          Citar
          Dirijam-se à página:
            E saquem o seguinte ficheiro:
          [/align:d9a30e5e2d]

            Citar
            Versões destinadas a servidores e o Windows XP Professional trazem por defeito uma ferramenta de suporte a páginas Web. Este poderá ser utilizado também ele conjuntamente com php e MySQL.

            Pessoalmente, sem dúvida que me inclino mais para o Apache e como tal será sobre ele que incidirá o tutorial. É, portanto necessário desligar o IIS (Internet Information Services).

            Se possuem o Windows XP Home Edition é escusado preocuparem-se com este passo, visto esta ferramenta não estar incluída no SO. Para os restantes, verifiquem: correr Apache e IIS traz conflitos.

            Sigam os passos:

              Menu Iniciar | Painel de Controlo | Ferramentas Administrativas | Serviços

            • Ordenem os serviços por nome, mas a começar pelo final do abecedário e verifiquem se têm um serviço com o nome World Web Publishing

            • Cliquem no botão quadrado para para o serviço.


              [/align:d9a30e5e2d]




                Citar
                Aqui podem colocar o que desejarem, é completamente indiferente.










                Citar
                Aparecerá um ícone novo no canto inferior direito do vosso ecrã.
                [/align:d9a30e5e2d]

                Citar
                Para testar se a instalação foi concluída com sucesso, abram uma página no vosso browser e digitem:

                Código: [Seleccione]
                http://localhostSe for demonstrado em letras grandes uma página com a informação “It Works”, então concluíram este passo com sucesso.

                Passo 2 - Instalação do PHP5[/align:d9a30e5e2d]

                  Citar
                  Php é uma linguagem embebida em html, sendo que tem como grande vantagem que é intrepertada pelo servidor e não pela máquina do visitante. Cada vez mais domina o mundo da internet, prova provada é a proliferação de forums como o Wareztuga programados em php.

                  Com uma pesquisa rápida na net podem encontrar uma enormidade de script’s escritos em php que possibilitam nas vossas páginas fazerem tudo e mais alguma coisa.

                  Façam o download em:

                    É importante que saquem o ficheiro
                  .zip e não o binário (instalador), porque este não trás incluída as extensões (muito necessárias).


                    Citar
                    Podem extraír os ficheiros para onde desejarem, por uma questão de facilitismo irei extrair o meu para C:php, recomendo toda a gente a fazer o mesmo.




                    Citar
                    Agora movam o ficheiro php5ts.dll para a pasta C:Windows (movam mesmo o ficheiro, não basta copiar).

                    Cortem o ficheiro da pasta de origem.


                    Citar
                    E movam-no para C:Windows.
                    [/align:d9a30e5e2d]

                      Citar
                      Ok, a partir daqui iremos ter a necessidade de alterar ficheiros de configuração, portanto e por uma questão de facilidade recomendo a todos que utilizem o jEdit para a alteração destes mesmos ficheiros.

                      Podem encontrá-lo em (freeware):
                        Agora sera necessário indicar qual o caminho para o
                      php, ao Apache. Nesta fase vamos também começar a ter necessidade de começar a testar ficheiros, portanto escolham uma directoria onde irão alojar as vossas páginas. Mais uma vez, por uma questão de facilitismo vou criar uma pasta em C:teste.

                      [/align:d9a30e5e2d]

                      Citar
                      O primeiro passo é, então alterarem o nome do ficheiro php.ini-dist, na página C:php para php.ini (façam uma cópia do original, caso dê para o torto).

                      [/align:d9a30e5e2d]

                      Citar
                      Agora vamos abrir o dito ficheiro (php.ini) com o jEdit e vamos alterar a ”root” das nossas páginas (o arquivo que iremos partilhar na Internet, no caso a pasta recém-criada C:teste).


                      Citar
                      Na linha 458, adicionem na opção doc_root a pasta que elegeram para alojar as vossas páginas (atentem que são utilizadas barras \\ e não //).

                      [/align:d9a30e5e2d]
                      Citar
                      Na linha 475, adicionem na opção extension_dir a localização da pasta ext que se encontra dentro da pasta para onde extraíram o php.

                      Citar
                      Feitas as alterações na configuração do php, salvem o arquivo e fechem-no. De seguida vamos dar instruções ao Apache.

                      Citar
                      Na localização onde instalaram o Apache, dentro da pasta conf encontrarão um ficheiro httpd.conf que terão de editar.


                      Citar
                      Na linha 149, alterem a opção DocumentRoot para a directoria que escolheram como root para as vossas páginas (terá de ser a mesma que seleccionaram acima). Notem que aqui utilizei barras no sentido // e não \\, isto é extremamente importante.


                      Citar
                      Na linha 177, alterem a opção <Directory> para o root das vossas páginas (terá de ser o mesmo da opção acima e do php).

                      Citar
                      Agora que já informámos o Apache e o php de qual a directoria por nós escolhida para alojar as páginas, vamos então criar uma interacção entre as duas. De referir que a directoria root tem de ser a mesma para as duas aplicações (no caso c:teste.)

                      Vamos então informar ao Apache que este é capaz de ler arquivos php.


                      Citar
                      A partir da linha 384 terão de adicionar a informação para o php.


                      Citar
                      Adicionem então a informação para o php. Façam-no copiando o texto abaixo e adicionando na linha acima referida.

                      Código: [Seleccione]


                      ScriptAlias /php/ "c:/php/"

                      AddType application/x-httpd-php .php .php5

                      Action application/x-httpd-php "/php/php-cgi.exe"

                      SetEnv PHPRC "C:/php"


                      Citar
                      Dirijam-se à linha 212, à opção DirectoryIndex.


                      Citar
                      Adicionem então a informação dos vossos possíveis índex. Podem copiar a de baixo.

                      Código: [Seleccione]


                      DirectoryIndex index.html index.html.var index.php5 index.php
                      [/align:d9a30e5e2d]


                      Citar
                      Dirijam-se à linha 306 e alterem a opção <Directory> para C:/php.
                      [/align:d9a30e5e2d]

                      Citar
                      Salvem e fechem o arquivo. Agora têm de reinicar o servidor para este surtir efeito.



                      [/align:d9a30e5e2d]

                      Citar
                      Vamos então testar se o PHP está a funcionar. Copiem o texto abaixo para um arquivo novo (com nome índex.php5) no jEdit e salvem-no para a pasta que escolheram como root.


                      Citar
                      Copiem o texto abaixo para um documento novo.

                      Código: [Seleccione]
                      Hoje é <print>

                      Citar
                      Salvem o arquivo como índex.php5.


                      Citar
                      Agora no vosso browser escrevam http://localhost. Se fizeram tudo bem verão uma página com a data.
                      [/align:d9a30e5e2d]

                      Passo  3 -  SQLite[/align:d9a30e5e2d]

                      Citar
                      O SQLite é uma biblioteca C (incluída no PHP) que implementa um banco de dados SQL embutido. Em termos leigos o SQLite por si só torna-se numa espécie de “servidor” capaz de acessar uma base de dados SQL directamente do vosso disco.

                      Apesar de não ser recomendado para grandes projectos que envolvam uma base de dados, em termos de simplicidade quer em termos de manutenção, instalação e implementação é realmente muito bom.

                      Para a administração e configuração das bases de dados em SQLite vamos também instalar o SQLite Manager.

                      Comecemos então por activar e verificar se o SQLite está a funcionar correctamente. Copiem o texto abaixo para o jEdit e salvem-no como testeSQLite.php5 na directoria que escolheram para servir de root ao servidor.


                      Citar
                      Copiem o texto abaixo e guardem-no na directoria correcta como testeSQLite.php5.

                      Código: [Seleccione]
                      <php>

                      Citar
                      Agora vão ao ficheiro php.ini (na pasta c:php) e nas linhas 510 e 525 retirem o ; (nas extensões php_pdo.dll e php_sqlite.dll).
                      [/align:d9a30e5e2d]

                      Citar
                      Guardem o ficheiro e saiam. Reiniciem o servidor no Apache como já fizeram antes.

                      Depois vamos testar o SQLite, abram uma janela do vosso browser e digitem:

                        Se tudo correr bem verão o seguinte:
                      [/align:d9a30e5e2d]

                      Citar
                      E sempre que fizerem Refresh à página irá ser acrescentada mais uma “row”.

                      [/align:d9a30e5e2d]

                      Citar
                      Vamos então instalar o SQLite Manager. Saquem-no:

                        E vamose então instalá-lo e configurá-lo:

                      Citar
                      Extraíam a pasta para a directoria que escolheram como ”root” do vosso servidor (no caso c:/teste).


                      Citar
                      Uma vez na directoria correcta, renomeiem a pasta de SQLiteManager 1.2.0 para sqlitemanager


                      Citar
                      Dentro da pasta do sqlitemanager alterem a terminação do ficheiro índex.php para índex.php5.


                      Abram uma janela no vosso browser e digitem:
                        Citar
                        Se vos aparecer esta janela, em princípio instalaram correctamente o SQLitemanager. Dentro desta página poderão gerir qualquer base de dados em formato SQL que criem.
                        [/align:d9a30e5e2d]


                        Passo 4 – Instalar o MySQL[/align:d9a30e5e2d]

                          Citar
                          Como afirmei o SQLite funcionará para pequenas e não muito complexas bases de dados. No caso de um fórum como o Wareztuga que necessita de uma base de dados extremamente larga, que reconheça cada um de nós no nosso login, quais as áreas a que temos acesso, quais as acções que podemos tomar, …, a utilização do MySQL torna-se quase imperativa.

                          Outra necessidade do MySQL tem que ver com a questão da segurança, visto o SQLite ser uma ferramenta um pouco rudimentar nesse campo.

                          Comecem por sacar o MySQL:
                            Agora vamos iniciar a instalação:




























                          Citar
                          Aqui digitem a password que desejam para o utilizador root. Para quem não sabe, root é o utilizador com mais altas permissões, pode fazer absolutamente tudo na aplicação.




                          Citar
                          Se vos for mostrado este erro, significa que a vossa firewall está a bloquear o MySQL. Abram a porta 3306 (default).

                          [/align:d9a30e5e2d]

                            Citar
                            Vamos agora testar a instalação do MySQL e verificar se está a funcionar correctamente em função do nosso servidor. Vamos criar uma tabela de dados para confirmar o correcto funcionamento do MySQL.


                            Citar
                            Abram uma linha de comandos.


                            Citar
                            Dirijam-se à pasta bin na directoria para onde instalaram o MySQL. Podem fazê-lo digitando cd “C:Directoria do Vosso SQLbin”.


                            Citar
                            Digitem mysql –u root –p. Vão agora entrar na linha de comandos do MySQL


                            Citar
                            Introduzam a password que escolheram para o utilizador root durante a instalação.




                            Citar
                            Vamos criar uma base de dados chamada demo, digitem create database demo;. Terminem sempre os comandos com ;.


                            Citar
                            Agora vamos “abrir” a base de dados recém-criada. Digitem use demo;.


                            Citar
                            Dentro da base de dados vamos criar uma tabela com duas entradas: a entrar primeiroNome e a entrada ultimoNome. O comando varchar 50 informa que ambas as entradas podem utilizar quaisqueres caracteres, num número de 50. Digitem create table membros (primeiroNome varchar(50), ultimoNome varchar(50));.


                            Citar
                            Vamos então inserir dados na nossa tabela. Digitem insert into membros values (‘Warez’,’Tuga’); e insert into membros values (‘pro’,’activ3’);.


                            Citar
                            Vamos verificar se a tabela foi criada correctamente. Digitem select * from membros;.


                            Citar
                            Criada a tabela correctamente digitem quit; para saírem do MySQL.
                            [/align:d9a30e5e2d]

                              Citar
                              Agora vamos colocar o MySQL a operar no nosso servidor para o podermos utilizar com o PHP.


                              Citar
                              Primeiro verifiquem se os ficheiros libmysql.dll e php_mysqli.dll se encontram na directoria para onde instalaram o PHP. No meu caso em C:/PHP. Se não estiverem copiem-nos da pasta C:PHPext.


                              Citar
                              Abram o ficheiro php.ini e na linha 507 retirem o ; da opção php_mysqli.dll. Reiniciem o servidor no Apache.
                              [/align:d9a30e5e2d]

                                Citar
                                Vamos então agora testar se a nossa base de dados está a funcionar correctamente no servidor. Copiem o texto abaixo para um documento novo, salvem-no no root que escolheram para as vossas páginas e chamem-no de testeMySQL.php5.



                                Código: [Seleccione]
                                <mysqli>select_db(\\'demo\\');



                                $result = $mysqli->query("SELECT * FROM membros");



                                while($row = $result->fetch_assoc()) {

                                print $row[\\'primeiroNome\\'] . \\' \\' . $row[\\'ultimoNome\\'] . \\'<br>\\';

                                }



                                $result->close();



                                ?>

                                Citar
                                No código terão de alterar em $mysqli = new mysqli(\\'localhost\\',\\'root\\',\\'password\\');
                                , no campo password substituam pela vossa password de root no MySQL.


                                Citar
                                No vosso browser introduzam http://localhost/testeMySQL.php5. Se o vosso browser mostrar a informação, tal como na imagem, está tudo a funcionar correctamente.
                                [/align:d9a30e5e2d]

                                Passo 5 – Prepara o Server para XSLT[/align:d9a30e5e2d]

                                Citar
                                A partir da versão 5 do PHP, a própria aplicação suporta a linguagem XML e XSLT. Acreditem quando vos digo que vale a pena perder dois segundos a activar esta opção.


                                Citar
                                Novamente no ficheiro php.ini, na linha 529 retirem o ; da opção extension=php_xsl.dll. Guardem o ficheiro, fechem-no e reiniciem o servidor.

                                Vamos então testar se está a funcionar.


                                Citar
                                Copiem o texto abaixo e guardem-no como teste.xml no ”root” do vosso servidor.

                                Código: [Seleccione]
                                <xml>

                                <members>

                                <member>

                                <firstName>Earth</firstName>

                                <lastName>Breaker</lastName>

                                <score>1</score>

                                </member>

                                <member>

                                <firstName>Pro</firstName>

                                <lastName>activ3</lastName>

                                <score>1500</score>

                                </member>

                                <member>

                                <firstName>No</firstName>

                                <lastName>Sila</lastName>

                                <score>2</score>

                                </member>

                                </members>


                                Citar
                                Copiem o texto abaixo e guardem-no como teste.xsl no ”root” do vosso servidor.

                                Código: [Seleccione]
                                <xsl>

                                <xsl>

                                <xsl>

                                </xsl>

                                <xsl>

                                Test of XML/XSLT parsing:

                                <ul>

                                <xsl>

                                <li><xsl> <xsl>, score = <xsl></li>

                                </xsl>

                                </ul>

                                </xsl>

                                </xsl>


                                Citar
                                Finalmente copiem o texto abaixo e guardem-no como testexslt.php5.

                                Código: [Seleccione]
                                <xml>load(\\'teste.xml\\');



                                $xsl = new DomDocument;

                                $xsl->load(\\'teste.xsl\\');



                                $xslt = new Xsltprocessor;

                                $xslt->importStylesheet($xsl);



                                $transformation = $xslt->transformToXml($xml);

                                echo $transformation;

                                ?>


                                Citar
                                No vosso browser vão a http://localhost/testexslt.php5 e verifiquem se vêem as pontuações tal como a imagem acima. Se o fizerem, está tudo a funcionar correctamente.
                                [/align:d9a30e5e2d]

                                E pronto, neste momento já têm um servidor html minimamente apresentável a correr na vossa própria máquina. Se quiserem partilhar a informação com alguém basta darem o vosso IP e introduzi-lo no browser. Mesmo do outro lado do mundo vai ser possível acedê-lo…

                                Como é óbvio sempre que não estiverem ligados à net, o servidor não funciona. Sempre que mudarem de IP, o endereço da vossa página também muda.

                                Para brincar podem dirigir-se a:

                                  Saquem script’s em
                                PHP, copiemo script para a directoria que escolheram partilhar, leiam as instruções de instalação (principalmente para aqueles que requerem o acesso a uma base de dados, em geral trazem-na já feita apenas é necessário importá-la para a vossa máquina). Posteriormente tentarei aprofundar mais a questão, instalação de mais algumas ferramentas género phpMyAdmin, …

                                Uma vez mais, não sou técnico informático de forma alguma, tudo o que apresento neste e em todos os outros meus tut’s são coisas que aprendo por pura curiosidade, portanto incorrecções, linguagem e aplicação de termos incorrectos, … é bastante provável que existam. A quem os encontrar agradeço que me informe que se se justificar altero o conteúdo do tópico.

                                Autor: proactiv3
                                Fonte: WareZtugA
                                Edição no BBCode: TutorialzMachine[/align:d9a30e5e2d]
                        "Bringing to you the best tutorialz."

                        Offline Teotónio Ricardo

                        • Administrator
                        • Newbie
                        • *****
                        • Mensagens: 0
                        • Karma: +0/-0
                          • Ver Perfil
                          • http://www.teotonio.pt
                        [Tutorial] Instalar Servidor c/ Suporte a PHP
                        « Responder #1 em: Junho 13, 2008, 02:33:53 am »
                        De valer era um tutorial para configurar isso em Linux, mas bom post a mesma.

                        Offline masterhard

                        • Newbie
                        • *
                        • Mensagens: 0
                        • Karma: +0/-0
                          • Ver Perfil
                          • http://www.appletuga.com
                        [Tutorial] Instalar Servidor c/ Suporte a PHP
                        « Responder #2 em: Junho 13, 2008, 12:43:28 pm »
                        que complicacao e para uma coisa simples em windows algo que se faz com 3 ou 4 linhas em linux -.-\\'\\'

                        para linux e simples
                        usemos entao o debian como cobaia e fazer o seguinte:

                        sudo apt-get install apache2 php5 mysql4 phpadmin
                        wget -c http://prdownloads.sourceforge.net/webadmi...n_1.420_all.deb
                        sudo dpkg -i webmin_1.420_all.deb
                        sudo nano -w /var/www/test.php

                        incluir este conteudo:

                        Código: [Seleccione]

                        <?php

                        phpinfo( );

                        ?>



                        fechar e testar

                        esta e a forma mais simples, ready-to-go

                        mas para afinar bem cada um dos servicos aconselho irem aos sites oficiais e criarem voces proprios os scripts a medida das necessidades dos clientes.
                        Se o mundo te virar costas, nao vires costas ao mundo, vai-lhe ao cu!
                        Se a Muralha da China pegasse fogo, seria a maior firewall do Mundo!
                        blacksheep-----fake hosting services since 1$ only for fake businessman----sponsored by ASAE
                        Oferecemos Cursos de Coveiro WebTuga --> O primeiro em Portugal com MBA da Independente incorporado
                        "Well, I guess it would be nice if I could touch your body" --George Michael\'s \'Faith\'
                        Sing these words in a recording studio, and you win Album of the Year. Say them in a public bathroom, and you get busted.
                        The basic difference is this: hackers build things, crackers break them.
                        O novo Windows será o Se7en. Será uma sequela do famoso filme de terror Se7en?
                        MADNESS?? THIS Is SPARTTTAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!
                        Sponsored by InTeRnEt SeRiOuS BuSiNeSs and MiCrOsOfT SeRiOuS BuSiNeSs!
                        MCSE -> Minesweeper Consultant and Solitaire Expert
                        VISTA -> Virus Infection and Spyware Transmission Architecture

                        Offline darkhipno

                        • Administrator
                        • Newbie
                        • *****
                        • Mensagens: 0
                        • Karma: +0/-0
                          • Ver Perfil
                          • http://www.webtuga.pt
                        [Tutorial] Instalar Servidor c/ Suporte a PHP
                        « Responder #3 em: Junho 13, 2008, 12:52:53 pm »
                        Masterhard, so te esqueces-te de referir que o modo de instalação que usas-te é para Debian Based. Para RedHat based o processo é praticamente identifco:

                        yum install httpd php php-devel php-gd php-imap php-ldap php-mysql php-odbc php-pear php-xml php-xmlrpc curl curl-devel perl-libwww-perl ImageMagick libxml2 libxml2-devel mysql mysql-devel mysql-server
                        wget -c http://prdownloads.sourceforge.net/webadmi...20-1.noarch.rpm
                        rpm -ivh webmin-1.420-1.noarch.rpm
                        nano -w /var/www/info.php

                        E incluir este conteudo:

                        Código: [Seleccione]
                        <?php

                        phpinfo( );

                        ?>
                        Citar
                        fechar e testar

                        esta e a forma mais simples, ready-to-go

                        mas para afinar bem cada um dos servicos aconselho irem aos sites oficiais e criarem voces proprios os scripts a medida das necessidades dos clientes.
                        <a href="http://www.webtuga.pt/" color="#88b143" style="color: #88b143;">WebTuga - Serviços de Internet![/url] - <b style="color:#21AC5A">Registrar Oficial FCCN

                        Parceiros: cPanel - FCCN/DNS.PT - CloudLinux - R1soft - CloudFlare

                        [Blog] - [Twitter] - [Facebook] - [Wiki]

                        Offline masterhard

                        • Newbie
                        • *
                        • Mensagens: 0
                        • Karma: +0/-0
                          • Ver Perfil
                          • http://www.appletuga.com
                        [Tutorial] Instalar Servidor c/ Suporte a PHP
                        « Responder #4 em: Junho 13, 2008, 01:12:05 pm »
                        da forma mais hardcore seria compilar as sources
                        Se o mundo te virar costas, nao vires costas ao mundo, vai-lhe ao cu!
                        Se a Muralha da China pegasse fogo, seria a maior firewall do Mundo!
                        blacksheep-----fake hosting services since 1$ only for fake businessman----sponsored by ASAE
                        Oferecemos Cursos de Coveiro WebTuga --> O primeiro em Portugal com MBA da Independente incorporado
                        "Well, I guess it would be nice if I could touch your body" --George Michael\'s \'Faith\'
                        Sing these words in a recording studio, and you win Album of the Year. Say them in a public bathroom, and you get busted.
                        The basic difference is this: hackers build things, crackers break them.
                        O novo Windows será o Se7en. Será uma sequela do famoso filme de terror Se7en?
                        MADNESS?? THIS Is SPARTTTAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!
                        Sponsored by InTeRnEt SeRiOuS BuSiNeSs and MiCrOsOfT SeRiOuS BuSiNeSs!
                        MCSE -> Minesweeper Consultant and Solitaire Expert
                        VISTA -> Virus Infection and Spyware Transmission Architecture

                        Offline didex

                        • Newbie
                        • *
                        • Mensagens: 0
                        • Karma: +0/-0
                          • Ver Perfil
                        [Tutorial] Instalar Servidor c/ Suporte a PHP
                        « Responder #5 em: Janeiro 08, 2010, 06:02:42 pm »
                        Olá a todos.

                        E como fazemos quando temos um router e o xampp instalado para aceder através de outro pc.
                        Quando introduzo meu ip dinâmico no browser pede-me um senha.

                        Thanx.

                        Offline Teotónio Ricardo

                        • Administrator
                        • Newbie
                        • *****
                        • Mensagens: 0
                        • Karma: +0/-0
                          • Ver Perfil
                          • http://www.teotonio.pt
                        [Tutorial] Instalar Servidor c/ Suporte a PHP
                        « Responder #6 em: Janeiro 08, 2010, 06:22:39 pm »
                        Configuras um IP local fixo para o teu computador onde tens o xampp e no teu router criar um port forwarding para a porta 80 para o IP que definiste no fixo.

                        Offline didex

                        • Newbie
                        • *
                        • Mensagens: 0
                        • Karma: +0/-0
                          • Ver Perfil
                        [Tutorial] Instalar Servidor c/ Suporte a PHP
                        « Responder #7 em: Janeiro 09, 2010, 04:08:25 pm »
                        Exactamente. Precisei também activar o aplicativo Web Server (HTTP) no modem.

                        Thanx.

                        Offline Teotónio Ricardo

                        • Administrator
                        • Newbie
                        • *****
                        • Mensagens: 0
                        • Karma: +0/-0
                          • Ver Perfil
                          • http://www.teotonio.pt
                        [Tutorial] Instalar Servidor c/ Suporte a PHP
                        « Responder #8 em: Janeiro 09, 2010, 04:10:35 pm »
                        Exactamente. Precisei também activar o aplicativo Web Server (HTTP) no modem.

                        Thanx.

                        É provável que essa função que o teu modem tenha faça exactamente o que eu disse de uma forma simplificada.

                         

                        Sitemap 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49